14 de abr de 2010

Fraude do Aquecimento Global

Mensagens vazadas indicariam manipulação de dados científicos para sustentar o alerta para o aquecimento.


Investigação concluída nesta quarta-feira, 14, absolveu cientistas britânicos da culpa pelo vazamento de e-mails com informações que colocavam em dúvida os dados divulgados pela Organização das Nações Unidas (ONU) sobre o aquecimento global.

"Nós não achamos nenhuma evidência de qualquer tipo de prática científica manipulada e de má fé. O que vimos foi um grupo de dedicados, mas um pouco desorganizados, cientistas que trabalham com objetividade e isenção", afirmou Ronald Oxburgh, coordenador da sindicância.

Os membros responsáveis pela sindicância afirmaram que não encontraram evidências que sustentem a hipótese de que os cientistas ingleses teriam intenção de vazar os dados para distorcer os dados que a ONU utiliza como base científica para alegar que o aumento das emissões de poluentes influencia na elevação da temperatura global.

"Há críticas sobre a forma que este grupo manuseia as estatísticas, então recomendamos aos cientistas que trabalhem mais próximos com profissionais de estatística no futuro", completou Oxburgh.


***

"Um pouco desorganizados" - Lógico, eles são apenas desorganizados. Devem ter trocado as amostras, perderam alguns dados, digitaram números maiores no lugar dos menores. Pronto! Estamos prontos a parar o mundo para salvá-lo! Agora, quem salvará o planeta dos salvadores do planeta?! 


Nenhum comentário: