21 de jun de 2010

Travesti espalha vírus da AIDS criminosamente num hospital

Demora no atendimento faz travesti com Aids injetar sangue em enfermeiras no DF
A agressão aconteceu depois de cinco horas de espera.

O acompanhante de uma paciente era um travesti que afirmou ser portador de HIV. Ele tirou o próprio sangue, perfurou uma enfermeira e mordeu outra. Ele foi preso em flagrante por um policial que estava no hospital. GloboNews


P.S.: A notícia foi veiculada via TV à Cabo
Leia também:  Ativismo gay (...) Heterofobia?

Nenhum comentário: