20 de jul de 2010

Dilma e seus planos para o Brasil: Hugo Chávez fecha o cerco à Globovision

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, anunciou nesta terça-feira que será indicado um representante oficial para a direção da Globovisión, único canal de televisão de oposição que continua em funcionamento no país. O presidente assegurou que o governo possui agora 25,8% das ações da TV. Segundo Chávez, a indicação será feita pela junta responsável pela intervenção no Banco Federal, decretada no em junho com prazo de 60 dias. O presidente do banco, Nelson Mezerhane, também é sócio da Globovisión. Chávez disse ainda que outros 20% da TV podem parar nas mãos do governo porque o proprietário destas ações morreu e as concessões para a mídia não são hereditárias.

- Mezerhane tem uma empresa que está sob intervenção, que tem 20% das ações da Globovisión e outra empresa que tem 5,8%. Somando as duas, dá 25,8% - calculou Chávez. - Agora, nos próximos dias a junta interventora do Banco Federal está obrigada - não é que queira ou não queira - a designar um representante na direção da Globovisión porque agora temos nós 25,8% das ações e isso dá direito a nomear um representante.

Nas últimas semanas, o governo já tomou diversas propriedades do Banco Federal e de Mezerhane, incluindo barcos e terras, alegando que serão vendidas para ressarcir os clientes prejudicados por problemas da instituição financeira. Chávez alega que o banco está em situação de falência, o que seu presidente nega.



Nenhum comentário: