30 de jul de 2010

O feminismo estrábico do PT e a parceria entre a petista feminista e o espancador de mulheres

Resolução do 3° Congresso Nacional do PT, com a palavras as feministas:

Mulheres: Deve ser prioridade do governo dar continuidade à implementação de políticas voltadas à igualdade de direitos entre os gêneros, respeitada a identidade das mulheres, dando como exemplo o combate à violência doméstica e às desigualdades no mercado de trabalho. É preciso que os meios de comunicação e as políticas de educação incentivem a sedimentação de uma cultura de igualdade, com respeito às mulheres e sua diversidade.

***


Acima na foto, degustando um pastel, o candidato ao senado paulista pelo PCdoB, pagodeiro Netinho de Paula. Ao lado dele a, também candidata ao senado a feminista do PT, Marta Suplicy. Como moldura da imagem, a ex-mulher do pagodeiro e candidato, Sandra Figueiredo espancada por ele. Como podemos ver, não foi nenhum exercício daqueles do funk carioca que as feministas petistas condenam: "Dói, um tapinha não dói". Foi um massacre de socos, afinal os dois olhos da moça estão inchados e roxos.

O PT sempre dando o exemplo da luta de classes. O que Dona Marta tem a dizer a essa mulher que sofreu uma cruel agressão de seu companheiro Netinho de Paula? Por que as feministas do PT não repudiam Netinho de Paula como repudiaram a declaração de Serra que disse que "legalizar o aborto é liberar uma carnificina"? Os movimentos petistas delegam ao partido o monopólio do mal em nome da revolução.

O Brasil Pode Mais!

6 comentários:

Suzana Marques disse...

Primeiro q a parceria não é feita entre o dois. Tenho ctz q se Marta pudesse escolher ela jamais apoiaria alguém como ele

Henrique Lima disse...

PCdoB faz parte da coligação do PT, então é mais que uma parceria. Que tipo de feminista é essa, que não pode escolher suas companhias? Isso é bem coisa do PT mesmo, a Dilma também não tem autonomia pra nada, é um pau mandado como todos os movimentos sociais que apóiam o PT, inclusive o feminista.

fabioliveirafabi disse...

O grande erro das pessoas é julgar alguém apenas por um ato falho. Meu Deus, que atire a primeira pedra quem nunca errou!!

O que Netinho fez com a ex-mulher dele não foi aprovável, mas reconheço muito mais a atitude dele de reconhecer o seu erro e tentar se redimir por ele!

E como mulher, meu voto vai ser dele SIM, principalmente pela representatividade que ele demonstrou na Câmara dos Vereadores de SP pela população de SP.

Flávio disse...

Apesar desse erro, Netinho de Paula nunca se envolveu em escândalos durante sua estadia na política, ao contrário de uns e outros que dispensam citações. Muitas pessoas ressaltam apenas os fatos mega explorados pela mídia, mas esquecem de se lembrar que esse cara é responsável pela educação e formação cultural de diversos jovens no instituto Casa da Gente lá em Carapicuíba; que ele foi o único que trouxe a periferia para a pauta midiática, com o quadro "Um dia de princesa". Enfim, muita gente fala mal porque possui um conhecimento superficial sobre a pessoa pública que Netinho de Paula é...

Henrique Lima disse...

[fabioliveirafabi]

Dar socos em mulher é apenas um erro e "que nunca errou na vida"? Eu já errei mas nunca bati espanquei mulher.

Ele reconheceu seu erro? Ele tinha escapória? Ah, sei...podia dizer que ela tropeçou e caiu da escada. Parece até que foi a única vez que ele bateu naquela sua ex.

O voto é pessoal e secreto, quanto a isso tem gente vai votar em Dilma.

Henrique Lima disse...

[Flávio]"Apesar desse erro, Netinho de Paula nunca se envolveu em escândalos durante sua estadia na política, ao contrário de uns e outros que dispensam citações."

Os escândalos políticos são piores que espancar mulher?

"Muitas pessoas ressaltam apenas os fatos mega explorados pela mídia, mas esquecem de se lembrar que esse cara é responsável pela educação e formação cultural de diversos jovens no instituto Casa da Gente lá em Carapicuíba"

Ele é um artista por isso a mídia ter explorado e os trabalhos sociais dele não endossam sua fúria contra uma mulher.