2 de ago de 2010

A herança diplomática e econômica que Lula deixará para seu sucessor

Lula sempre deu a desculpa do pragmatismo econômico para as relações que mantém com os ditadores. Mesmo que fosse verdade, seria vergonhoso trocar dinheiro pela complacência com os crimes cometidos pelas repúblicas sangrentas, no entanto isto não passa de falácia. A matéria do JN abaixo mostra que a balanço comercial, relação entre importação e exportação, teve um grande aumento nas importações. De Janeiro a Julho o Brasil mostrou uma alta de +45% nas importações e +27% nas exportações. 


Isso mostra que o governo Lula tem sede de sangue e pouco importa a herança que deixará, tanto diplomática quanto econômica para seu sucessor. O surfista que não sabe fazer ondas e adora surfar na dos outros deixa para quem o sucederá uma praia suja de ondas flat.

Nenhum comentário: