22 de mar de 2011

Os ciúmes doentio de Lula


“Provavelmente agora que o presidente Obama fez rasgados elogios ao Brasil, à sua ascenção e importância no mundo, alguns que passaram oito anos criticando, passem agora a falar bem. É extraordinário e hilariante.”

A frase acima é de Lula e trago a este humilde recinto cibernético para a analise. A síntese das reações, não-reações e do comportamento de refúgio secreto de Lula enquanto da visita de Obama ao Brasil já está evidenciada em vários blogues como ciúme do écs-presidente.

Quando Lula fala: “alguns que passaram oito anos criticando” é lógico que a referência que ele fez foi ao seu tempo dedicado aos palanques enquanto ocupou a presidência. Mas “o cara”, assim intitulado pelo presidente boy black dos States, tinha 830% do seu governo considerado bom ou ótimo pelos institutos de vendas de pesquisas, uma imprensa “não vi, não ouço, não vejo” como a receptadora de suas ações autoritárias e uma oposição imobilizada pelo veneno da cobra, então como pode ele dizer “alguns que passaram oito anos criticando”? Será que seriam 3% que incomodavam tanto á Lula, será que seu intuito era a unanimidade? Disso não tenho dúvida!

Mas o que deixa Lula com o coração pisado e maltrapilho de inveja é a imprensa que tanto bajula Dilma e nem sequer lembra que ela foi antecedida por um presidente “como nunca antez nas história destepaiz”. Lula tinha a imprensa aos seus pés, mas na condições de ameaçada e afrontada constantemente, Dilma não, é diferente, ela é mimada por que vai ao gine (diminutivo de ginecologista). Entenderam?

Na visita de Obama Hussein ao nosso quintal, Lula foi tratado como um “ex” qualquer, sem açúcar sem afeto e isso fou como uma espada transpassando seu coração. Lula é Narciso tratado como Macunaíma, mas naquele momento foi apenas como Sarney, Collor, Itamar Franco e principalmente como o seu maior opositor, FHC.

Encerro este artigo com a expressão: NÃO LULA! Você é vítima do que ontem teve como arma, o falso ineditismo que solapava a História e a verdade, nossos heróis estão todos mortos é assim que funciona no Brasil espere seu momento e terá um documentário em sua homenagem na TV SENADO e uma versão de sua temporada no poder nos livros didáticos das escolas ao estilo Fábio Barreto. É extraordinário e hilariante! 

Um comentário:

Anônimo disse...

Lulladrão não é, nem nunca foi nada além de um verme sujo.