28 de abr de 2011

Lula: o Monstro das Sensações.

Lula é um monstro, temos que admitir. Em todos os aspectos, até no físico de barril de shopp. Ele faz e faz como ninguém o trabalho de automitificação e também de quem ele quiser, transforma a verdade em mentira e o contrário com astúcia, mas só consegue tudo isso por que existe a #PiG -Partido da Imprensa Governista. Ele aponta o caminho e a #PiG o efetua espalhando a droga de que o mundo todo é viciado: a Sensação. E Lula é um sensacionalista de primeira. Eis aí o seu talento, espalhar sensações, quem o tem é capaz até de ser presidente de uma nação grandiosa com economia estabilizada, instituições sólidas, democratizada e destruir tudo isso e ainda sair como o Sassá Mutema. Lula escolheu Dilma e ela foi eleita.

Com Dilma "a Sensação" desapareceu e sem estar drogados os brasileiros podem ver o que realmente foi a gestão do Apedeuta, mais do que um desastre foi um descaminho do tão sonhado primeiro mundo, que sempre estivemos tão perto como estamos da nossa sombra sem poder agarrá-la. O Brasil pintado por Lula com suas cores psicodélicas ficou mais cinza e claro com Dilma. A #PiG ainda tenta dá uns "teco", mas "a Sensação" é paraguaia. Bateu a "larica" e não tem nada pra comer.

Se a coisa está lúcida, vamos chamar nosso Juan Carlos Ramirez Abadia das sensações e da metamorfose ambulante de inúmeras plásticas. Lula é como Abadia, vende sensações e muda a cada novo rumo da política. Lula tem obrigação de tomar as dores de Dilma, afinal é seu legado que está em jogo, não o da Dilma, pois ela também é seu objeto-legado, impossível mesmo é dizer o que é preponderante em Dilma: ser objeto ou ser legado? Eis a questão!

O fato é que, depois de um longo tempo de abstinência, a #PiG está em polvorosa com Lula, ele estava adormecido de suas funções palanquistas. Nunca mais seu servilismo tinha sido tão eficaz, ela espera sentir-se envaidecida novamente com o resultado esperado. O PT, pai da #PiG, está feliz e ansiosa com a volta do aluno mais aplicado de Shcopenhauer. Essa volta é para mais uma dosagem caridosa para enfraquecer a democracia através da reforma eleitoral e tentar  mais poder com a tomada do Palácio dos Bandeirantes, a capital econômica da América do Sul e última fortaleza do tucanato.

Vivemos tempos de epidemia e Lula, o Monstro das Sensações, vai aproveitar ao máximo para deixar o Brasil cada vez mais doidão. Não sei se a nação morrerá de overdose, de falência múltipla das instituições ou se uma coisa leva a outra. Contagem regressiva do mundo progressista!

Nenhum comentário: