8 de abr de 2011

Quero Ser Branco Cansei De Ser Negrinho

Imaginem só uma criança, no caso um menininho, por volta de 3, 4 anos negra que está no seu quintal com uma pá de gesso diluído em água passando por todo seu corpinho, nos braçinhos, nas perninhas e enquanto esse processo de "branqueamento" acontece o pai indaga o porque dele está fazendo isso e com sua voz ainda fina responde: "quero ser branco, cansei de ser negrinho". 

Imaginem também que isso aconteceu e o pai gravou a cena e pôs o vídeo no YouTube. Agora o vídeo foi parar no gabinete da ministra da igualdade racial Luiza Barros e revoltada ela levou numa dessas CCJ da vida e mostrou a opressão da cultura dominante cristã-judaica e branca sobre a negra. O vídeo causa revolta nas ONG's raciais e vai parar em todos os jornais eletrônicos e telejornais. Tudo isso desencadeia vários debates que procuram acima de tudo aumentar as políticas de cotas numa amplitude nunca vista em nenhum país.

Com excessão do vídeo, tudo isso que descrevi acima foi puramente hipotético. Quer dizer, o vídeo é verdadeiro, mas ao contrário, era um menininho branco se melando de barro marrom dizendo que queria ser negro por que estava cansado de ser branquinho. Ele é uma graça. Mas toda a simulação que descrevi acima poderia tomar outros caminhos no pensamento dessa gente pilhada que vê preconceito em tudo, lógico que eles acham que preconceito contra branco é bonitinho.

Um comentário:

Anônimo disse...

não sou racista, odeio racismo, mas esse povinho é muito preconceituoso, se postassem um vídeo de uma criança negra passando gesso no corpo e dizendo: "Quero ser branco, cansei de ser negrinho" o povo já ia dizer que é racismo, que os pais da criança não prestam e blá blá blá.
Mas agora quando é uma criança querendo ser negrinha eles não falam nada.

Se chamar um negro de "negrinho" é racismo, se chamarem um branco de "leite azedo" (meus amigos me chamam assim, e eu chamo eles de neguinhos) não seria racismo também??

Queria que o racismo também passaria para o lado dos brancos, dos judeus, e de outras culturas por aí.

Antes de me criticar, EU NÃO SOU RACISTA, NEM VOU SER, POIS EU RESPEITO TODOS, PORQUE TODOS NÓS SOMOS DA RAÇA HUMANA!!