11 de jul de 2011

Partido da República ou República dos partidos

Nove anos de PT no Governo deixam uma marca forte de fundamentalismo partidário. Não somos um povo muito patriota, mas nossos políticos têm cada qual uma pátria em particular: seu partido. Com maior poder partidário em mãos, eles arrebanham cargos em todas as esferas públicas, com os cargos se apropriam do bem coletivo e fazem negociatas para liberarem obras. 

O PT é a faculdade desses tipos de manobra em prol do partido. A base aliada já não se acanha mais em fingir, tanto que, é sabido que há muito tempo existia/existe/existirá tanta roubalheira no ministério dos transportes, ocupado desde a (indi) gestão Lula pelo PR. Quem revelou foi o ministro petista da justiça Eduardo Cardozo ao afirmar que existe um longa investigação da PF na pasta. 

Mas não por causa da PF o ex-ministro Alfredo Nascimento caiu, mas pela reportagem da Revista Veja, o último reduto da reportagem investigativa no Brasil, o resto faz trabalho cartorial ao protocolar acontecimentos e versões. Então, em todo esse tempo de investigação da Polícia Federal não houve um incômodo a cúpula de corruptos do ministério do transporte? Incompetência ou complacência visto o aparelhamento?

Os corruptos da Base não se acanham mais em função do descaramento do governo PT ao afagar e aplaudir seus delinquentes de colarinho branco. A esculhambação na república está consagrada e doutrinada, tudo em nome do partido!

Nenhum comentário: