6 de abr de 2012

Cercanias a liberdade: em prol do "bem" e contra o "preconceito" seremos uma sociedade de hipócritas

A cercania a liberdade de expressão e ao culto religioso no Brasil tem sido cada vez mais acirrada pelo movimento gay, no intuito de sufocar qualquer manifestação que para este movimento não seja favorável. Toda e qualquer pessoa que queira emitir crítica a esse amontoado de marxistas gays e simpatizantes tem que elaborar um editorial esclarecendo que a análise que vêm a fazer é referente ao CNPJ e não aos milhares de CPF's e isso aqueles que tem coragem de fazê-lo, os que se calam é por medo de ver uma sacola do correios chegar a sua residência cheias de intimações desfigurando sua pessoa e a jogando no calabouço dos nazistas.

É uma minoria, mas que lota as redações de jornais escritos, falados e virtuais e por isso causa tanto estrondo o que falam, pois se escondem por trás do parciais jornalistas comprados por dinheiro e alinhados a um fundamentalismo semelhante ao de Dawkins e tem as mesmas táticas desse expoente obcecado fundamentalista ateu: maquiar e inventar estastisticas além de perseguir aqueles que eles acham ser seus maiores empecílios, no caso de Dawkins, a ciência e o posterior progresso da humanidade; no caso do movimento gay, o progresso da humanidade e posteriormente a ciência. Olha, como são irmanados!

Duas das principais estratégias desses movimentos intransigentes são: a ridicularização e a descontextualização. Não é a toa que se usa dessas ferramentas para jogarem os cristãos num arcabouço de pessoas arcaicas e avessas ao progresso, pois isso é feito de caso pensado e pensando nas massas. 

Na passeata gay de 2011 foi desferido o golpe da ridicularização quando a organização do movimento gay apresentou na Avenida Paulista santos da Igreja Católica desfilando de forma homoeroticas, numa ação desrespeitosa, mas é claro com intuito de provocar os católicos e usar qualquer deslize, numa eventual defesa do respeito a fé, contra a Igreja. Como na Igreja Católica são poucos os homens de coragem, como o Padre Paulo Ricardo, não veio defesa. O pastor Silas Malafaia toma as rédeas e conclama os católicos a protestarem.


Sabe-se que o movimento gay já enumerou o pastor Malafaia como inimigo number one, como escrevi no começo deste artigo a pessoa a criticar o movimento deixa claro que o faz em relação ao movimento e não aos gays e Silas não foge a regra e como pastor, no âmbito da pregação cristã referente a sexualidade, repudia ao ato e não aquele que pratica. Já o movimento gayzista personaliza o seu ódio.

Eles estão de olho no pastor Silas e irão usar de tudo na lei e à margem dela para calá-lo. Fundamentalistas que são, pegaram um trecho da fala do pastor veiculado no seu programa em 2011 para perseguí-lo. Eis aqui o vídeo. Silas Malafaia comenta a passeata gay englobando vários assuntos, desde estimativas de público da passeata em relação a Marcha Pra Jesus, até os enfoques dados pelos principais jornais sobre os dois eventos que acontecem quase no mesmo período.

E é justamento no contexto em que relata da existência de sua figura em sites gays sendo ridicularizado, além de elementos teológicos cristãos, e da ridicularização dos santos da Igreja Católica que citei acima na passeata gay em posições sensuais que o pastor chama os católicos "a descer o porrete" no sentido da crítica, da guerra no judiciário e na veiculação do fato desrespeitoso em mídia nacional. Lógico que o movimento gay desvirtualiza todo um sentido e publica texto sem contexto.

Para arrematar: numa sociedade democrática critica-se tudo e a nossa hoje em dia, inclua-se o Brasil, há milhares desses valentes propondo abolir a religião, em especial o cristianismo. No entanto uma crítica ao movimento gay pode gerar uma prisão em regime fechado e uma pena perpetuada socialmente. Este humilde escriba, por exemplo, pode ficar sem emprego ao relatar simplesmente os fatos, afinal todos os empregadores fuçam as páginas sociais do candidatos a emprego.




Parada Gay: Gays ofendem a Igreja Católica em cartazes onde se posam de santos da Igreja Católica

Um comentário:

Anônimo disse...

IBOPE

A ARTE DA MENTIRA

http://blogdomariofortes.blogspot.com.br/